Os ruivos estariam em extinção?

0 15

Em meados de 2007, a revista americana National Geographic, publicou um artigo abrindo as portas para esse mito, de que as pessoas ruivas, com seus lindos cabelos vermelhos, estariam extintas ate o ano de 2060. E muita gente realmente esta crente nesse detalhe da matéria.

Quase ninguém se importou com o detalhe que, no mesmo artigo, a revista diz não acreditar nesse acontecimento. Já que, mesmo que uma pessoa nasça com outra cor de cabelo mesmo tendo um dos pais ruivos, ela ainda vai carregar o gene recessivo dos ruivos (o MC1R ), e ela pode dar origem a um netinho de madeixas vermelhas. Isso pode acontecer caso apenas um dos pais da criança, seja ruiva, ou tenha antepassados com o gene MC1R, neste caso, quando o seu filho encontrar outra pessoa que também possua o gene, que também pode ter sido passado por outras gerações, uma nova criança ruiva pode aparecer.

Exemplo disso, são casos em que nenhum dos pais é ruivo, mas seu filho sim. Isso acontece devido a passagem dos genes em nosso DNA. A mágica da ciência é ou não é linda?

Apenas 2% de toda a população mundial tem essa característica de cabelos vermelhos. Que é uma mutação de gene, originada no norte Europeu.

Por sinal, a Europa tem o maior índice de pessoas ruivas do mundo, principalmente na Escócia, onde os números passam dos 10% da população.

Fontes: Revista Piauí e jornal Daily Telegraph, e Laboratório de Genética Ecológica e Evolutiva da Universidade Federal de Viçosa (UFV),

 

você pode gostar também