Onde está o asteroide que matou os dinossauros

4 90

Os dinossauros foram animais que habitaram a 230 milhões de anos atrás, e foram as criaturas predominantes em nosso planeta por aproximadamente 135 milhões de anos. E um dos maiores mistérios da história e que todos nós conhecemos, refere-se ao desaparecimento repentino desses animais. De acordo com a principal teoria, seu súbito desaparecimento ocorreu devido a queda de um asteroide na terra. Bom, na verdade os cientistas estão de acordo que o asteroide em si, não poderia tê-los matado, mas sim, que ele tenha causado mudanças climáticas tão drásticas a ponto que possa ter prejudicado a continuação de suas vidas.

Seja qual for o caso, a queda de um asteroide parece ser bastante certo, e isto coloca uma questão interessante: onde está o asteroide? Estaria em algum lugar sobre uma parte seca da terra, ou estaria escondido nas profundezas do mar?

Devido ao seu provável tamanho gigantesco, nos últimos anos os cientistas identificaram um ponto plausível do impacto, dado a deformação do terreno, onde poderia ser: é conhecida como cratera Chicxulub, na península de Yucatán, no México.

Local da cratera onde supostamente está o asteroide.
Local da cratera onde supostamente está o asteroide.

Até a data foram realizados vários estudos sobre esta área, mas todos eram estudos geológicos externos, mas, graças à atribuição de fundos da Europa, cientistas querem ir para resolver o mistério de uma vez por todas: sob essa cratera, realmente está o asteroide, que causou a morde dos dinossauros, e que acabou sendo soterrado pela terra depois de milhões de anos?

Eles começam a perfuração na cratera em busca do asteroide cuja rochas, em um período relativamente curto, não iria se misturar com rochas terrestres existentes, permanecendo então separados.

Então, apenas estudando as rochas, que conseguimos compreender a natureza deste asteroide, sua origem, e também o que aconteceu com a Terra, devido ao impacto. Porque um asteroide com um diâmetro de 12-14 km supostamente criou uma cratera, de cerca de 30 km de diâmetro? Essas e outras informações serão descobertas apenas com a perfuração e e analise das rochas, e também, outras todo esse estudo poderá ser usado para analises de outras rochas extraterrestres diferentes.

Impacto de asteroide.
Impacto de asteroide.

Mas existe outra intriga e um mistério interessante referente a esse asteroide “destruidor de vidas”: não é que, ao mesmo tempo em que ele destruiu, ele também trouxe vida? Não que houvesse formas de vida sobre ele, mas é plausível que o calor emitido a partir de sua queda, e aquelas mesma mudança climática que destruíram milhares de formas de vida, mas, ao mesmo tempo favoreceram outra que ainda existem até hoje: em suma, a queda do asteroide pode não ter sido necessariamente ruim para a existência de muitas formas de vida, o ser humano por exemplo, provavelmente, seria impossível a nossa existência se as formas de vida colossais como os dinossauros ainda estivessem andando por ai.

você pode gostar também