3 curiosidades sobre a posse de presidentes norte-americanos

Ao longo da histórias, as cerimônias de posse presidenciais dos Estados Unidos foram marcadas por rápidos mandatos, problemas gastrointestinais e assassinato.

0 48

No dia 20 de janeiro de 2021, o 46º presidente da história dos Estados Unidos, Joe Biden, tomou posse. Ao longo da história, esse período de transição gerou algumas situações, no mínimo, curiosas. Confira três delas!

Mandato mais rápido

Presidente dos EUA
Ele ficou popularmente conhecido como “Vovô Harrison”.

Chamado de “Vovô Harrison” durante sua campanha presidencial em 1840, William Henry Harrison morreu apenas 31 dias após sua cerimônia de posse. Com isso, ele se tornou o presidente dos EUA a durar menos no comando da Casa Branca.

No dia 4 de março de 1841, o presidente eleito fez um discurso de 1 hora e 45 minutos. O clima do local era frio e ele não estava agasalhado. Assim, muitas pessoas acreditam o Vovô Harrison tenha pego a doença.

Problemas com diarreia

Presidente dos EUA
Imagina que situação!

Durante sua posse, em 1857, James Buchanan quase morreu vítima de uma doença inusitada. Muitos cogitaram ter sido causada por envenenamento proposital. O presidente sofreu com sérios problemas de diarreia e desidratação.

Segundo relatos, o problema continuou lhe acompanhando por alguns dias, incluindo a própria cerimônia de posse.

Plano de assassinato

Assassinato Lincoln
Lincoln foi assassinado em um dos camarotes do Teatro Ford, em Washington D.C.

Ainda que Abraham Lincoln não tenha sido morto durante sua segunda cerimônia de posse presencial em 1865, o plano já estava arquitetado na época. O evento foi amplamente fotografado e, em uma das imagens, é possível ver o assassino John Wilkes Booth em pé.

Um mês depois, Booth executou Lincoln.

Você também pode se interessar por: Após injetar chá de cogumelos, homem é internado com fungo se desenvolvendo no sangue

você pode gostar também